// Inscrições abertas para o VI Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

A Fundação Clóvis Salgado, por meio da Associação Pró-Cultura e Promoção das Artes – APPA, abre edital para a realização do VI Concurso para Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Pela primeira vez, desde que foi criado em 2010, o concurso vai premiar, além de cantores e instrumentistas, um jovem regente. Os interessados podem se inscrever, gratuitamente, até 30 de maio (quarta-feira), na sede da Appa, localizada na Rua Gabriel Santos, 208 – Serra, das 9h às 12h e das 13h às 18h.


Orquestra Sinfonica e Coral Lírico de Minas Gerais| Foto: Paulo Lacerda.


No ato da inscrição, o candidato deve portar toda a documentação exigida nos editais, disponíveis no site www.fcs.mg.gov.br. Serão selecionados até quatro cantores, um instrumentista e um jovem regente em audições a serem realizadas de 1º a 5 de julho, na sala de ensaios da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, no Palácio das Artes. Os requisitos básicos para participação nas três modalidades são: ter até 25 anos completos até o dia 20 de maio de 2018, na modalidade Instrumentista, 30 anos completos até o dia 20 de maio de 2018 na modalidade regentes. Já aqueles que vão concorrer na modalidade Canto devem ter até 35 anos completos até o dia 20 de maio de 2018.


Como prêmio, os vencedores participarão das edições especiais das séries Sinfônica e Lírico ao Meio-Dia e Sinfônica e Lírico em Concerto, com regência de Roberto Tibiriçá, ao lado da Orquestra Sinfônica e do Coral Lírico de Minas Gerais. As apresentações acontecerão no Grande Teatro do Palácio das Artes, em 10 e 11 de julho.


O jovem regente selecionado que passar pelas três fases eliminatórias, regerá a obra Os Prelúdios, do compositor Franz Liszt nos concertos de premiação. Um diferencial da modalidade Jovem Regente é a avaliação dos músicos da OSMG na fase final do concurso, em que cada candidato ensaiará a Orquestra por 30 minutos e os membros decidirão qual o jovem regente será o vencedor.


Na modalidade Instrumentista, o concurso é destinado aos seguintes naipes: Cordas (violino, viola, violoncelo, contrabaixo), Madeiras (flauta, oboé, clarineta, fagote), Metais (trompa, trompete, trombone e tuba), além de harpa, violão e piano. O candidato deverá apresentar duas obras no momento da audição, sendo uma de escolha própria e outra selecionada entre os títulos disponibilizados pelo edital. A modalidade Canto, contempla os registros vocais de: soprano, mezzosoprano, contratenor, contralto, tenor, barítono e baixo. O candidato deverá apresentar duas obras no momento da audição: uma canção e uma ária de ópera, ambas a serem escolhidas pelo candidato.


Já a modalidade Jovem Regente, destina-se a alunos que estejam cursando a matéria em alguma universidade ou estudando com algum professor de reconhecida experiência. O candidato deverá comprovar uma das duas situações e demonstrar preparo suficiente para desenvolver as atividades das provas eliminatórias.


A banca de avaliação para todas as modalidades terá como presidente o maestro Roberto Tibiriçá. Regente da OSMG nos anos de 2010 a 2013 e titular da cadeira de nº 5 da Academia Brasileira de Música, o Maestro foi, também, vencedor do prêmio de Jovem Regente da Osesp – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo nos anos de 1983 e 1984, onde passou a ser o Principal Regente-Convidado, atuando por quase 18 anos ao lado do Maestro Eleazar de Carvalho, criador do Concurso de Jovem Regente da Osesp. Em 2010, o maestro sugeriu o concurso em igual formato para a Fundação Clóvis Salgado.



// Concurso Jovens Solistas


O VI Concurso para Jovens Solistas da OSMG busca prestigiar o talento do jovem estudante de música erudita brasileiro, além de oferecer a oportunidade para os selecionados se apresentarem ao lado de Corpos Artísticos profissionais, revelando seu talento para o público, crítica especializada e para o mercado de trabalho.



// Orquestra Sinfônica de Minas Gerais


Considerada uma das mais ativas do país, a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais cumpre o papel de difusora da música erudita, diversificando sua atuação em óperas, balés, concertos e apresentações ao ar livre, na capital e no interior de Minas Gerais. Seu atual regente titular é Silvio Viegas. Criada em 1976, foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural do Estado de Minas Gerais em 2013. Participa da política de difusão da música sinfônica promovida pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, a partir da realização dos projetos Concertos no Parque, Concertos Comentados, Sinfônica ao Meio-dia, Sinfônica em Concerto, além de integrar as temporadas de óperas realizadas pela FCS. Mantém permanente aprimoramento da sua performance executando repertório que abrange todos os períodos da música sinfônica, do barroco ao contemporâneo, além de grandes sucessos da música popular, com a série Sinfônica Pop. Já estiveram à frente da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais os regentes Wolfgang Groth, Sérgio Magnani, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Aylton Escobar, Emílio de César, David Machado, Afrânio Lacerda, Holger Kolodziej, Charles Roussin, Roberto Tibiriçá e Marcelo Ramos.



// Roberto Tibiriçá


Nascido em 5 de janeiro de 1954, na cidade de São Paulo, Roberto Tibiriçá começou sua carreira como pianista e camerista recebendo fortes influências de Guiomar Novaes, Magda Tagliaferro, Dinorah de Carvalho, Nelson Freire, Gilberto Tinetti e Peter Feuchtwanger. Porém, seus conhecimentos musicais não bastavam apenas para tocar piano... queria seguir o difícil caminho da Regência Orquestral. Resolveu, então, procurar o Maestro Eleazar de Carvalho e começou a participar dos Festivais de Campos do Jordão, em São Paulo, como pianista e assistente do Maestro Dr. Hugh Ross, diretor da Schoola Cantorum, de Nova York. Iniciou seus estudos de regência com o Maestro Eleazar de Carvalho e venceu por duas vezes o Concurso para Jovens Regentes da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, passando a ser o Principal Regente-Convidado, trabalhando com o Maestro Eleazar por quase 18 anos até sua vinda para a cidade do Rio de Janeiro em 1994 para a Orquestra Sinfônica Brasileira, onde foi Diretor-Adjunto e, posteriormente seu Diretor Artístico. Em 11 de maio deste ano tomou posse como Membro Honorário da Academia Nacional de Música.



// Serviço


Inscrições VI Concurso para Jovens Solistas da OSMG

Local: Grande Teatro do Palácio das Artes

Endereço: Av. Afonso Pena, 1.537

Período: até 30 de maio

Inscrições: APPA - Rua Gabriel Santos, 208 - Serra

Informações ao público: (31) 3236-7400



Fonte: SEC - Secretaria de Estado de Cultura.





#concursos #música #minas #outrascidades

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

DESTAQUES

//PausaCultural

Espaço totalmente direcionado para a troca de ideias, conteúdos e informações relacionadas a integração cultural, valorizando sempre a troca de experiências e a liberdade criatividade.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

ARQUIVO

INSCREVA-SE

 Deixe o seu Email abaixo para ser avisado sobre as novidades do //PausaCultural. 

© 2016: Todos  os direitos reservados para //PausaCultural.                   

Desenvolvimento e Criação: Sete Comunicação e Negócios.