• Da Redação

Teatro e Pandemia viram tema de conversa entre os diretores Eduardo Moreira e Rui Madeira


Os profissionais do teatro tiveram que se reinventar para manter a arte viva e superar as dificuldades e restrições da circulação impostas pelo isolamento e social. Para falar sobre a experiência de se produzir teatro durante a Pandemia, o pesquisador e produtor cultural de Belo Horizonte Fernando Chagas (Instituto AbraPalavra) realiza a roda de conversa “Teatro e Pandemia: a reinvenção do ofício” com o Grupo Galpão de Belo Horizonte a partir da fala do ator e dramaturgo Eduardo Moreira e com a Companhia de Teatro de Braga (Portugal) por meio de seu diretor Rui Madeira. A conversa que será mediada por Fernando e pelo pesquisador galego Xaquín Nuñez Sabarís (Universidade do Minho), acontecerá na próxima quinta-feira, dia 26 de agosto, às 17h30 no youtube do Instituto Cultural AbraPalavra.


O Grupo Galpão e a Companhia Teatro de Braga estão em atividade contínua há quatro décadas e nessa conversa vão falar sobre o processo de ressignificação das relações sociais a partir da mediação do encontro por meio da tecnologia, da internet, das redes sociais e das plataformas de videochamadas. Neste encontro, o público vai saber um pouco mais sobre o cotidiano do fazer teatral em plena pandemia, conhecendo os desafios, os limites e os alcances na busca de encontrar alternativas para manterem suas produções artísticas.


A atividade é uma produção realizada por meio da Lei Aldir Blanc de Minas Gerais – edital 14 de bolsa de pesquisa. Fernando Chagas é também investigador da Universidade do Minho (Portugal) onde faz doutoramento em Ciências da Cultura.

Será fornecido certificado de participação.


Sobre os participantes:


Eduardo Moreira é fundador do Grupo Galpão, tendo participado de todas as montagens da trupe tanto como ator, quanto como diretor (“Um Molière Imaginário”) e assistente de direção. Desde a fundação do grupo, é responsável por sua direção artística.


Rui Madeira é diretor artístico da Companhia de Teatro de Braga. Em 1980 foi um dos fundadores da CENA, no Porto, grupo que daria origem em 1984 à Companhia de Teatro de Braga. Foi administrador executivo do Theatro Circo e presidente do secretariado da Associação Técnica e Artística da Descentralização Teatral (ATADT).


Xaquin Nuñes Sabarís é doutor em Filologia Hispânica pela Universidade de Santiago de Compostela e Professor Associado do Departamento de Estudos Românicos, no Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH) da Universidade do Minho. Atualmente desempenha o cargo de Vice-Presidente no ILCH.


Fernando Chagas é produtor cultural, músico e pesquisador em teatro, literatura e música. Mestre em Política Social e doutorando em Ciências da Cultura, na Universidade do Minho. É diretor de projetos culturais do Instituto Cultural Abra Palavra, de Belo Horizonte.


Serviço:

Data: 26/08/2021

Hora: 17:30 Brasil - 21:30 Portugal

Canal www.youtube.com/institutoabrapalavra


Contato:

Fernando Chagas – (31) 99234-6484 e (31) 99258-0906 / fernandochagas10@gmail.com

Instagram: @institutoabrapalavra



Fonte: Instituto AbraPalavra

Imagem: Divulgação.