• Da Redação

Teatro de Sete Lagoas é destaque em seletiva do Festival Nacional de Teatro



Não é de hoje que o teatro de Sete Lagoas vem se destacando no cenário cultural em âmbito estadual e nacional. Os grupos teatrais da cidade, com suas obras e trabalhos diversos, fomentam uma cadeia produtiva cada vez mais profissionalizada para o setor cultural, contribuindo com o desenvolvimento humano e econômico do município. Para além da produção teatral local, há também o fomento que institucionaliza a cidade em presenças marcantes por onde teatro sete-lagoano se faz presente, em festivais e circulações de espetáculos, promovendo visibilidade e notoriedade expressiva para Sete Lagoas. O trabalho cênico, promovido pelos grupos, contribui também com o sentimento de pertencimento do povo com a cidade.


Dessa vez os Grupos Carroça Teatral e a Preqaria Cia de Teatro promovem – pela primeira vez – uma “dobradinha” na seletiva de um dos festivais mais importantes de Minas Gerais: o 6º Festival Nacional de Teatro de Passos e Região. O feito histórico se deve aos espetáculos “Tartufo’s 80” da Preqaria Cia de Teatro e “A Rua, a Lama e a Santa” do grupo Carroça Teatral. Ambos trabalhos concorrem na categoria rua e se apresentam no mês de julho, durante a programação do festival.


Os grupos estão a todo vapor nos preparativos, seguindo o frenesi da classificação anunciada na última segunda-feira, dia 11 de abril. Para João Valadares, ator e gestor do Centro Cultural Nacional Teatro Preqaria, a classificação no festival segue o curso crescente dos trabalhos de formação profissional oferecidos na Escola Livre de Teatro e dos diversos projetos de apoio ao setor cultural oferecidos pela Preqaria. Vale lembrar que a companhia teatral completou 15 anos de existência ininterruptos. Paulinho do Boi, gestor cultural do Quintal do Boi da Manta e ator do Grupo Carroça Teatral, contempla o resultado em tom festivo reafirmando a persistência dos grupos em continuar acreditando e apostando na cidade para manter seus espaços. “Nosso Quintal vem trabalhando há vinte anos com casa e coração abertos para a cidade. Tudo que está acontecendo depois de enfrentarmos juntos essa pandemia é fruto de um esforço coletivo e parcerias entre todos os atores e grupos da cidade, além de patrocinadores e pessoas que acreditam. Nosso grupo completa nove anos esse ano, são muitas pessoas e vivências em nossa trajetória”, ressalta o artista. Vale lembrar que em 2014 o Grupo Drama de Sete Lagoas e o Carroça Teatral participaram de um festival internacional no Chile representando a cidade, o estado de Minas Gerais e o Brasil no evento.


Tanto o Carroça Teatral como a Preqaria já estão preparando apresentações para os próximos meses, como aquecimento para o festival.


Para mais informações, acompanhe as redes sociais das cia (@preqaria e @quintaldoboidamanta)




Fonte: Quintal do Boi da Manta.

Imagens: divulgação.