• Da Redação

Grupo Ovorini Carpintaria Cênica é premiado em festival nacional de teatro


Que os grupos de teatro da cidade de Sete Lagoas abrigam diversos talentos, já sabemos. ‘Onde está Ana Maria’ acaba de ser reconhecido pelo júri dos Festivais: Fescete (Festival de Cenas Teatrais de Santos) no qual foi premiada Mileide Moura pelo “MELHOR TEXTO - Onde está Ana Maria", o festival ocorreu entre os dias 11 e 25 de junho de 2021.


Outra premiação também com a cena curta foi no Festeco (Festival de Teatro Comunitário de Mariana) em sua 5° edição, que ocorreu entre o dia 18 a 27 de junho, as atrizes Flávia Cruz, Thais Eduarda e Mileide Moura foram premiadas na categoria “MELHOR FOTOGRAFIA CÊNICA”.


O grupo teatral sete-lagoano Ovorini Carpintaria Cênica foi reconhecido pela leitura dramática do texto “Onde está Ana Maria'', criado pela atriz e cordelista Mileide Moura. O texto retrata e aborda questões envolvendo machismo estrutural e as consequências da construção do patriarcado em torno das mulheres. Para assistir a cena clique aqui.


Além de comemorar os prêmios, o grupo Ovorini Carpintaria Cênica, também comemora sua trajetória de 9 anos de resistência no fazer teatral, pensando, produzindo e estimulando arte em todo território Setelagoano. O grupo já esteve em diversos estados do Brasil representando Sete Lagoas, estreou peças importantes para o cenário cultural mineiro como: “Cinema Pipoca e Piruá”, “O Felizardo”, “Estação Torrete” e “Rock Baby” promoveu o festival e peça teatral “Zacarias”.


A ideia de unir o termo Carpintaria Cênica mais OVORINI surgiu através de várias conversas na sala de ensaio. Depois de vários termos como: bandos, legião, Grupo, Cia e etc. Percebemos que ‘Grupo de Teatro” já é um termo muito usado e como estamos querendo experimentar coisas novas, Carpintaria seria um termo bem colocado mais artístico. Pois é na oficina de carpintaria em que a madeira recém-tirada da floresta é linchada, recortada, entalhada, envernizada até tomar forma, fazendo alusão ao processo criativo e trabalhoso do ‘FAZER TEATRO’.


Ovorini Carpintaria Cênica é um coletivo de onze pessoas, atrizes, atores, agentes culturais multidisciplinares, atualmente formado por Alisson Oliveira, Mileide Moura, Thais Eduarda, Rafa Martins, Flávia Cruz, Thiago Assumpção, Sara Vá Moreira, Valéria Dias, Erick Pinguim, Gabriel Farias e Julia Karla.


Ao longo de sua trajetória tornou-se referência em Minas Gerais pelo processo de pesquisa no redimensionamento técnico e ético do ofício ser ARTISTA. Buscando um espaço de multiplicidade de visões que refletem as diferenças, impulsos e personalidades presentes no coletivo.


Durante esses nove anos de pesquisa e trabalho, que se iniciou na oficina de Teatro do CAIC (Sete Lagoas/MG), coordenada pelo professor Alex Fabiano, o grupo difunde sua arte e metodologia por meio de oficinas, demonstrações técnicas, intercâmbios, trocas culturais, assessoria, reflexões teóricas e projetos itinerantes, que celebram o teatro como a arte do encontro.


Viva a arte! Viva o teatro! Viva a resistência! Evoé! Acompanhe o grupo pelas redes sociais: https://www.instagram.com/ovorini/



Por Ovoroni Carpintaria Cênica

Foto: Divulgação.